domingo, 10 de agosto de 2008

Amigo



Amigo? Aí foi isso que eu entendi?
Ah, não; amigo, para mim, é diferente.
Não é um ajuste de um dar serviço ao outro, e receber, e saírem por este mundo, barganhando ajudas, ainda que sendo com o fazer injustiça aos demais.
Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado.
O de que um tira prazer de estar próximo.
Só isto, quase; e todos os sacrifícios.
Ou - amigo - é que a gente seja, mas sem precisar saber por quê é que é.

(Guimarães Rosa)

Um comentário:

Délia disse...

Em cada passo deixe marcas de amor cada lugar que passar
Deixe saudades e leve lembranças Passe pela vida serenamente
Com passos leves silenciosos Sua voz serão seus gestos.Seu olhar
será seu toque Às vezes o silêncio falará mais alto Terá que ouvir
seu coração Esquecer um pouco da razão.Gestos.Toque.
Amor.Viva no amor seja ele qual for Somente o amor alivia e
acalma o coração Se entregue a ele Deixe ele te levar pela mão
Acredite ele fará você voar Entre nuvens.estrelas.pássaros E
pousará leve suave em seu coração Acredite e tenha como missão
levar amor e paz por onde passar. Carinhos