sexta-feira, 1 de maio de 2009

Cicatrizes


O tempo apressa seus passos.
O tempo abre asas em certos momentos.
O tempo não se deixar prender: é livre!
Porém, o tempo passado está preso.
São recordações, são lembranças, lampejos do que já se foi.
Então, quando paro da rotina dos dias, olho ao redor.
Depois, olho para meu interior.
Me permito viajar em mim mesmo.
São nesses momentos que percebo que o meu coração está repleto de cicatrizes.
São cicatrizes daqueles que passaram por ele, que estiveram comigo...
Estão presos também, pois deixaram sua marca.
E meu coração, apesar das cicatrizes, nada dói.
Afinal, são cicatrizes de cada um que passou.
Cada um deles levou um pedaço de mim.
Mas não me deixou incompleto.
Pelo contrário!
Um amigo de verdade leva tanto quanto deixa em nós!!

(Alex Mühlstedt - em viagem interior, introspectivo)

3 comentários:

Anônimo disse...

Há um tempo para tudo: tempo para semear, plantar, cultivar, colher, usufruir saborear, trocar, devolver, retornar, lembrar...tempo de viver. A vida é uma sucessão de tempo..Abraço. alf

CANTINHO FELIZ! disse...

Rapaz cada vez que leio o que vc escreve mais te admiro...Parabéns!
Que Deus continue te dando esse "dom" de colocar em forma de palavras o que vem do seu coração!!
Fique com Deus! Um abraço!

esperaemdeus disse...

Que lindo texto!
E a frase final não podeia ser melhor... Sem palavras!