quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Àquele amigo


Àquele amigo eu dedico o que há de melhor em mim.
Eu ofereço o meu apreço, a minha atenção e o meu respeito.
A ele eu entrego o meu carinho, a minha alegria e os meus segredos.
A ele eu confesso as minhas dores, as minhas angústias e as minhas inseguranças.
A ele eu peço que não me abandones, nem me deixe ficar.
Eu sei que não é necessário estar presente a todo o momento, afinal o meu amigo mora em meu coração e nunca é esquecido.
Àquele amigo eu desejo o que há de melhor no mundo.
Eu rogo a Deus que lhe presenteie com as melhores dádivas dos céus.
Ao amigo eu reservo tempo para esperar.
E quando há o reencontro a pausa do tempo se transforma em doces acordes de harmoniosa sinfonia.
Àquele amigo terei sempre as melhores metáforas para expressar o que sinto.
Quando penso em meu amigo eu sei que ele é a gota de orvalho no ramo da oliveira.
O amigo é o fragmento de emoção de cada uma das histórias vividas.
O amigo é o sussurro de aconchego nas palavras marcantes e o grito de esperanças que aflora no peito otimista.
Somente ao amigo posso dizer que é o cúmplice em cada passagem de momentos importantes e é o companheiro de estrada na trilha da eternidade.
Apenas àquele amigo posso dizer que é ele o irmão de morada, o ouvido paciente e o conselheiro generoso.

(Alex Mühlstedt)

Um comentário:

Eunice disse...

Olá!!! adorei seu blog , meu amigo!!!! linda a msg do amigooo

É muito bom saber que ainda existem pessoas, que prezam pela amizade,que tem carinho e dedicação aos amigos.
Enquanto existir este sentimento , e pessoas iguais a você - Vale a pena viver.

Abraços de alguém que lhe estima muito
*** Eunice Prates Latchuk***